4 lições de segurança sobre móveis planejados

Não é preciso ir longe ou navegar por horas e mais horas na internet para encontrar uma história de desilusão com obras. Sejam aquelas complexas ou apenas uma reforma modesta e corriqueira, o fato é que elas têm uma certa tendência para se tornar um pesadelo. Claro, isso quando o olhar para detalhes acaba falhando. Quando o assunto são móveis planejados, o cenário não é diferente. Às vezes, ele fica ainda mais delicado.


Quem já viveu a experiência enquanto cliente, sabe o quão preocupante é a junção de expectativas, prazos, preços e realidade. Quem ainda não embarcou na aventura, muito provavelmente não o fez por uma precaução em demasia ou falta de informação. Seja qual for o caso, este artigo vai dar o caminho das pedras para finalmente se apaixonar e se entregar aos móveis planejados. Porém, com muita segurança.


Antes de qualquer coisa, é necessário ter a percepção de que recorrer a um projeto de móveis planejados é sinônimo de economia e otimização de espaço. O nome é autoexplicativo, porém, ainda assim, muita gente não consegue enxergar facilmente a enorme lista de vantagens. Sem mesmo aprofundar no tema e falar de estilo e personalização, os móveis planejados servem para utilizar o espaço da melhor forma possível, atendendo cada uma das necessidades.


Seja qual for o cômodo ou a proporção do espaço, seja casa ou apartamento, essa solução é sempre a primeira opção aos que desejam bem-estar. No entanto, por se tratar de uma tarefa destinada quase exclusivamente a especialistas no assunto, o pânico e as dúvidas tendem a complicar o início de um projeto. Sobretudo para ambientes pequenos, que, por incrível que pareça, são os mais desafiadores.


Em segundo lugar, é completamente legítimo demonstrar apreensão e até certo medo neste momento. No entanto, aqui vamos apresentar algumas dicas de ouro para não vacilar ou adiar a realização de um sonho por algum receio.


Dicas de segurança para iniciar um projeto de móveis planejados


Não se espante se não fizer a menor ideia por onde começar. O primeiro passo já foi dado ao optar por ter móveis planejados no seu espaço. Perfeito. Todavia, embora haja enorme responsabilidade por parte da empresa contratada pelo serviço, o seu papel é igualmente influente. Afinal, quem é que bate o martelo no fim das contas?


Tenha conhecimento de que absolutamente todos os cômodos são passíveis do recebimento e implantação dos móveis planejados. Portanto, defina onde pretende otimizar o espaço. Será apenas na cozinha ou nos quartos também? Ou ainda na casa toda? Essa definição é o item básico para começar a pensar em planejados.


Tendo isso em mente de forma clara como água, há uma série de práticas que injetam segurança e tranquilidade na tomada de decisões. Abaixo, listamos as principais recomendações para não cair em ciladas e desviar de golpes:


1 - Pesquisa e comparação


Esta recomendação vale para quem procura por um projeto de móveis planejados perfeito, mas também para a vida. Não tem jeito. Se desejamos obter sabedoria sobre algo que ainda não conhecemos, a pesquisa é o único meio.


Como acontece em outros casos, as recomendações, dicas e  indicações de amigos e familiares são muito bem-vindas, mas desde que o passo seguinte seja a averiguação. Às vezes, o que serviu para eles pode não ser o ideal para você. E o filtro que vai revelar isso é a pesquisa.


Não tenha medo de perguntar quantas vezes achar necessário. Guarde cada papel, cartão e desenho que receber. A comparação é muito valiosa para encontrar exatamente o que você procura e precisa.


A prática da pesquisa não se aplica somente no âmbito de orçamentos. Ela também é super bem-vinda no sentido de investigação, ou seja, ir a fundo sobre as empresas do ramo. Busque saber sobre o histórico de problemas e acertos. Hoje, a internet facilita muito a vida nesse sentido. Por exemplo: aqui na DFurlan as informações, curiosidades e cases da empresa estão todos disponíveis em um canal no Youtube. Clique e confira.


2 - Reclame Aqui


Outra plataforma com informações valiosíssimas é o Reclame Aqui. Aos que ainda não conhecem, o site nada mais é do que um banco de dados que registra experiências negativas de consumidores de todo o Brasil.


Todo mundo pode contribuir (ou reclamar) sobre praticamente tudo. De compras na internet à consultas em hospitais. No portal, ficam documentadas as experiências e avaliações dos consumidores, e há ainda um ranking com as empresas que têm os melhores e piores índices de atendimento ao cliente.


Você já deve ter visto algum compartilhamento de ocorrência no Facebook. Por mais que pareça ineficiente, o resultado prova o contrário. Diante de um cenário com empresas cada vez mais engajadas nas redes sociais e preocupadas com imagem da marca, elas passaram a responder a essas ocorrências quase instantaneamente.


Para nossa sorte, o site possui uma seção específica para móveis planejados. Clique aqui e confira como anda a reputação das empresas do ramo.


3 - Avaliações do Google


O Google domina amplamente o setor de buscas na internet. Há quem diga que o buscador “é” a internet. Uma das diversas ferramentas que ele oferece ajuda muito quem está procurando uma referência em móveis planejados: são as avaliações do Google.


Elas podem ser visualizadas e inseridas livremente dentro do Google Maps. Tudo que é preciso fazer é digitar o nome da empresa e escolher um dos endereços listados (se ela tiver mais de um).


Ao selecionar uma das unidades, as informações básicas, como horário de funcionamento, serão exibidas no topo. Mais para baixo estarão as avaliações e comentários. Os clientes que desejarem avaliar determinado estabelecimento devem dar uma nota de 1 a 5. O resultado mostrado é a média de todas as avaliações enviadas.


Somando esse número aos comentários registrados, é possível ter uma boa noção do histórico da empresa no atendimento ao consumidor.


4 - Evitar a informalidade


Quase todo ramo tem a famosa “alternativa” para um produto que, normalmente, é mais caro. O problema é que muita gente não entende que o tal “caro” tem embutido em si uma série de benefícios e, mais do que isso, segurança comprovada.


O segmento de móveis planejados não foge a essa prática, mas com riscos ainda maiores, afinal, trata-se de um serviço. E não um produto propriamente. Tudo que envolve mão de obra é mais delicado.


Portanto, utilize a primeira dica (pesquisa) também nessa hora. Desconfie de ofertas tentadoras e do sempre comum discurso de que “eu conheço uma pessoa que é ótima e faria seu projeto por metade do valor”. Até mesmo as empresas conhecidas e há tempos no ramo podem te deixar na mão, imagine apostar em alguém sem reputação e, mais importante, sem garantia de trabalho.





https://www.tuacasa.com.br/moveis-planejados-dicas-valores/


Comentários (0)


Deixe um comentário