Móveis Planejados Para Apartamento: 3 Coisas Que Você Precisa Saber

A ideia de colocar móveis planejados em apartamento é capaz de plantar um ponto de interrogação na cabeça de muita gente. Será que vai ficar bom? Será que vale a pena? E se eu me mudar? Essas são apenas três perguntas de uma porção que a DFurlan está mais do que acostumada a responder quase diariamente.


Pois começando do começo, é preciso ter em mente que os móveis planejados são sempre uma solução, nunca um problema. Em sua definição mais básica e até meio óbvia, os móveis planejados são uma forma inteligente e elegante de mobiliar e otimizar determinado espaço.


Sabendo disso, a resposta sobre aplicação de um projeto para apartamento, seja ele grande ou pequeno, um duplex ou estúdio, é: “sim, é possível”. No entanto, é bom ficarmos atentos. Afinal, como qualquer outro projeto do gênero, há caminhos traiçoeiros e tomadas de decisões que parecem ajudar, mas acabam virando dor de cabeça no futuro.


Por outro lado, o das vantagens, o que não faltam são boas referências e exemplos que já deram certo. Além disso, como vão mostrar os tópicos abaixo, há dicas fundamentais para tirar qualquer sonho ambicioso do papel, mas sem sustos.


<h2>1 - Dúvidas frequentes</h2>


<h3>O tamanho e a estrutura do apartamento fazem diferença?</h3>


Sim e não. Explicando: é claro que um espaço menor, com menos cômodos, difere de um mais amplo. Então, sim, o projeto, as especificações, o tempo, o valor, vão ser correspondentes ao tamanho do imóvel.


Porém, é muito importante deixar claro que isso não oferece nenhum impedimento. Seja qual for a metragem do apartamento. As pessoas que estão estudando a possibilidade pela primeira vez costumam ver espaços muito pequenos ou muito grandes como um fator de dificuldade.


Na verdade, esse “fator” é determinante justamente para optar por ter móveis planejados em casa. Especialmente quando precisamos lidar com ambientes mais modestos, mais importante do que a própria estética, são os benefícios da otimização. Lembre-se: você sempre ganha quando ocupa espaço com inteligência.

<h3>Então não há projetos impossíveis de fazer?</h3>


Não, não há projetos impossíveis. Claro, é preciso ter o bom senso e ficar de olho em escrituras, regras e leis. Por exemplo, sabia que a Associação Brasileiras de Normas e Técnicas tem uma relação de deveres para quem pretende executar reforma em apartamento?


Pois bem, para aplicar um projeto de móveis planejados, basta o apartamento estar em condições. Isto é, caso ele tenha passado por reforma ou modificação, do tipo que tenha alterado estrutura, será preciso encontrar a autorização junto com a avaliação da prefeitura, que liberou a realização da obra.


<h3>O projeto para um apartamento costuma ser mais barato?</h3>


Depende. Existem apartamentos que superam o tamanho de casas de forma bem abundante. Nesses casos, o valor costuma mudar.


Para responder a pergunta, duvide muito de projetos que estejam abaixo de R$ 30 mil. À primeira vista, pode parecer caro, mas nunca se esqueça da importância da credibilidade da empresa na hora do fechamento de contrato.


Há uma certa tendência de procura por fábricas ou marceneiros autônomos para planejamento de móveis planejados. No entanto, essa busca desesperada por economia costuma cobrar um preço altíssimo mais tarde. Portanto, leve em consideração o histórico da empresa, os projetos que já desenhou e aplicou.


<h2>2 - Móveis planejados no apartamento de aluguel</h2>


Embora o famigerado sonho da casa própria ainda ocupe o imaginário de grande parte da sociedade, o número de pessoas que moram de aluguel está em constante crescimento. De acordo com a Exame, o número de contratos de locação em São Paulo e no ABC cresceu 6%, na comparação entre os anos de 2017 e 2018.


O estudo revela uma transformação bem sensível no hábito dos cidadãos que habitam zonas urbanas. Com condições de locação cada vez mais facilitadas, o brasileiro está se adaptando rápido à moradia de aluguel, seja como locatário, seja como locador.


A tendência traz impactos para a economia e até mesmo para aspectos culturais e de comportamento. Quando pensamos nos móveis planejados, a coisa não muda de figura. Tanto para as dúvidas de aplicação quanto para as vantagens.


<h3>Vale a pena para o locatário?</h3>


Uma corrente de pensamento que, felizmente, está perdendo força com o tempo é a de que viver de aluguel pode fazer você mudar repentinamente. Ou que, morar nessas condições, cria um futuro meio incerto. Hoje, o locatário (a pessoa que paga o aluguel para morar em uma casa ou apartamento) tem direitos que o colocam em uma situação muito confortável.


Pois pensando na aplicação de móveis planejados, o principal fator a ser levado em consideração é o tempo de contrato. Isto é, por quanto tempo você poderá morar no local. Com olhar atento a isso e cláusulas de rescisão, o caminho fica absolutamente livre para pensar no seu projeto.


Quanto à possível mudança de casa no futuro, pense no seu projeto como um bem. Na passagem para um novo endereço, não são levadas a TV, a geladeira, o fogão? Pois bem, se o seu projeto foi feito com inteligência e qualidade, o pensamento será o mesmo.


<h3>Vale a pena para o locador?</h3>


Sem qualquer hesitação, sim. Vale muito a pena para o locador (aquele que oferece um apartamento do qual é dono).


Para ter a real noção disso, pense na seguinte situação:


Você está procurando um apartamento para morar de aluguel e tem duas opções na mesa, os dois no mesmo endereço e especificações. Porém, um deles está completamente mobiliado. Qual deles você preferiria fechar negócio?


A chance de escolher a opção com móveis planejados é enorme. Sob a ótica do locador, as vantagens são indiscutíveis. O nível de valorização de um apartamento com móveis planejados, quando comparado com um sem tal benefício, é implacável.


Para se ter uma ideia, aplicativos como o QuintoAndar, criado para facilitar a localização de imóveis para compra e locação, oferecem filtros muito interessantes. Um deles permite encontrar somente apartamentos já com mobília, o que oferece enorme vantagem para o locador dono de um espaço com móveis planejados.


<h2>3 - Móveis planejados com espelhos</h2>


Agora falando especialmente para apartamentos com metragem reduzida, a última dica vale ouro: pense com carinho no uso de espelhos.


Já foi-se o tempo em que os espelhos eram objetos a serem instalados exclusivamente nos banheiros em razão do reflexo. Esse tipo de uso ficou no passado, enquanto o presente mostra com ótimos exemplos o que os espelhos podem fazer na mão de uma pessoa capacitada.


Falando de decoração, os espelhos têm dois atributos: ampliação e iluminação. O segredo é fazer bom uso, independente do cômodo. Hoje, já é considerado comum encontrá-los em salas de estar ou até mesmo em quartos, acoplados em guarda-roupas.


Para apartamentos pequenos, a combinação de espelhos e móveis planejados é sinônimo de proveito e bom gosto.





Comentários (0)


Deixe um comentário